Monetizar um app nos dias de hoje, pode nos render um bom dinheiro. Ganhar dinheiro online com apps é possível. E nós iremos te mostrar como funciona o processo.

 

Como monetizar um app e torná-lo rentável?

Apps podem ser uma boa alternativa para quem pretende gerar tráfego para um site ou blog. Por isso, entender como monetizar um app nos dias de hoje é tão importante quanto escrever um artigo para um blog ou rede social.

Para que seu app possa ser uma fonte digna de dinheiro, é importante que você procure entender como funcionam os principais nichos de atuação que utilizam app, dentre eles podemos destacar:

  • Educação;
  • Saúde;
  • Beleza;
  • Bem-estar;
  • Vida saudável;
  • Esportes;

São muitas as ferramentas utilizadas para monetizar uma determinada app, no mercado atual, encontramos o Admob e o Facebook Ads. Ao optar por utilizar o ads para a monetização do app, devemos ter ciência do alto potencial de retorno que este tipo de anúncio pode nos trazer.

Por ter muitos anúncios in-app, ou seja, aqueles que são dentro das apps, devemos seguir normas e políticas que nos garantem qualidade e padronização.

Mas, para que a propaganda dentro dos sites mobile tenham efeito, é importante que os anúncios sejam visíveis e que os sites sejam de fácil navegação.

Não podemos nos esquecer das etapas de desenvolvimento das campanhas, que devem ser otimizadas para o respectivo canal.

 

Entenda como funciona a monetização dentro do Admob.

Para que o resultado seja satisfatório, primeiro você deve escolher quais serão os ads a serem colocados nas apps. Com o Admob, para facilitar o trabalho, podemos utilizar filtros de categorias, para que haja alinhamento entre o ad e o conteúdo que está dentro de seu app.

Podemos utilizar a Central de Revisão de Anúncios, para garantir que não há erros de escrita, e ainda ver como o anúncio irá ficar antes de publicar.

No momento em que estiver utilizando o Admob, não se esqueça do formato de anúncio que o programa oferece, apenas para lembrar veja:

1 – Anúncios em banner.

Comumente encontramos tanto na parte de cima como na parte de baixo do app, é necessário colocá-los no posicionamento correto para que o anúncio possa ser adaptado perfeitamente à tela.

2 – Anúncios intersticiais.

Estes devem ocupar toda a tela, e aparecem somente com transições naturais do app.

3 – Anúncios em vídeo.

Anúncios em vídeo podem ser atrativos, mas há uma questão que não deve ser ignorada por profissionais de marketing, este tipo de anúncio geralmente é abandonado por um usuário a cada 5 segundos.

O Admob pode ser prático para quem não possui muita experiência, mas para manter a atenção do cliente sempre devemos respeitar um padrão.

 

De que maneira calculamos o valor do reembolso?

A medida que vamos sendo reembolsados pelos lucros pagos por meio da divulgação da propaganda, logo vem a pergunta: como é realizado esse cálculo?

No caso dos Ads, há um modelo que conhecemos como CPM(Custo Por Mil Impressões), do próprio ad. Caso haja muita concorrência, os lances também devem aumentar.

Quem lida diretamente com link patrocinado, sabe que há boa perspectiva com relação ao CPM, somente em 2013, houve um aumento de 200% dos lances devido a alta concorrência.

As taxas de preenchimento também costumam trazer uma boa vantagem, já que o Admob é capaz de preencher até 100% dos espaços, no momento em que o anúncio estiver sendo veiculado.

Lembre-se que, o pagamento somente é realizado todo dia 21 de cada mês. Há um limite que deve ser respeitado sempre que for resgatar seus ganhos na plataforma.

 

Confira outras formas de monetizar um app.

Embora a base de criação de anúncios sejam as mesmas, dependendo do nosso objetivo final, podemos monetizar os app utilizando as seguintes estratégias a seguir:

  • Cobrar uma taxa mediante uso de uma app.

Para aqueles que não sabem por onde começar na tecnologia, uma boa dica é criar um site de apps, e cobrar por seu uso. Se a sua app tem uma complexidade alta, e não existe concorrência para ele, essa é uma boa forma de obter lucro.

Conforme a necessidade de uso da app, principalmente se ele pertencer a um nicho específico, os clientes irão pagar uma taxa para utilizar.

Apps de jogos costumam ser bem remunerados, devido ao fato de serem únicos, é difícil você ver jogos parecidos.

Quando a app é paga, há uma certa diminuição de downloads. Outra questão que todo desenvolvedor de app precisa saber é que há uma taxa de arrecadação de aproximadamente 30%, que as lojas virtuais geralmente cobram para poder comercializar essas apps.

  • Colocar anúncios nas apps gratuitas.

Se você oferecer a app de forma gratuita, você pode colocar anúncios neles. Assim, não é necessária realizar cobrança para que o usuário baixe seu app.

Com isso, podemos também ampliar a base de usuários, e propagar cada vez mais a app. Antes de utilizar anúncios, você deve levar em consideração essas observações.

Saiba que, com uma alta quantidade de usuários acessando seu app, é possível também conceder espaço para que outras pessoas possam anunciar na sua app.

O melhor modo de criar anúncios para esse fim é utilizando plataformas como o Admob, e o

As plataformas mais utilizadas para este fim são o Google Admob e a Rede de públicos do Facebook.

  • Ofereça versões pagas, mas que não mostram anúncios.

Uma das maiores desistências dos usuários com relação a determinadas apps, está com relação ao alto número de anúncios que é exibido em uma mesmo app.

Para evitar esse transtorno, e deixar a app mais limpa para o cliente, é possível solicitar um pagamento de uma taxa e com isso excluir os anúncios.

  • Apps que permitem realizar compras.

Conceder espaço para compras, além de ser prático para o cliente, é plenamente rentável para o desenvolvedor.

Podemos ver bons exemplos dessas apps, quando observamos  jogos e apps de vendas.

Ao monetizar um app e colocar um canal de vendas, você estará ampliando sua fonte de usuários.

Veja os exemplos de apps como estes que já existem, e tome como base para criar um: Candy Crush, Tinder e OLX.

 

Como oferecer apps por meio de vendas de serviços?

Se você é prestador de serviços, uma boa maneira de apresentar seu trabalho é oferecendo uma app, e ainda poder cobrar por isso.

Uma das melhores ideias para divulgar sua app é cobrar por um serviço realizado. Podemos citar como exemplo, as apps:  Uber, IFood e 99taxis, estes cobram por serviço realizado.

Para atender às suas necessidades, você pode escolher um modelo de monetização que seja misto.

Se quer alcançar muitos clientes, por meio de uma app que tenha muitos conteúdos, é fundamental que você monte uma estratégia para que a sua app não se torne irritante, no ponto de vista do cliente.

 

Fatores que ajudam a escolher o tipo de monetização.

Para que a sua estratégia seja a melhor possível, você precisa levar alguns fatores em consideração antes de definir um método de monetização para seu app, veja alguns desses fatores a seguir:

1 – Faça uma pesquisa e análise a concorrência.

Ao fazer esta comparação, podemos fazer uma média de quanto a app similar ao nosso está sendo cobrado. Com isso, você é capaz de criar alternativas de pagamentos que irão te trazer um bom retorno.

2 – Veja a forma como os usuários estão utilizando a app.

O modo como os usuários estão utilizando os apps da concorrência, podem te ajudar a escolher a forma de monetização que condiz com sua realidade.

Se o app for muito casual, as chances de compras e de anúncio serão mais altas. Por isso, se você deseja excluir os anúncios, é possível colocar um botão para que eles possam comprar.

3 – Aumente o número de funções da app.

Um bom atrativo é criar funcionalidades que prendam a atenção dos usuários, deixe que os usuários experimentem sua app, e cobre uma taxa para que eles possam utilizar os recursos extras.

4 – Monte uma estrutura de custos.

Implemente o sistema de assinaturas, somente se houver necessidade. Há a possibilidade de conceder um tempo para que o cliente possa avaliar, e em seguida se quiser utilizar o app, você poderá cobrar uma pequena taxa.

5 – Estude seu público-alvo para não haver erros.

Ao definir seu público-alvo, é possível evitar muita dor de cabeça. Inclusive com relação ao planejamento financeiro.

Os apps pagos,  apenas são mais indicados quando apresentam recursos realmente necessário para o dia a dia dos clientes.

 

Recomendações para criar uma boa estratégia

Para ter uma estratégia que realmente funcione, você deve utilizar as dicas a seguir:

  • Realize uma analise estatística dentro do Google Play Console.

Por meio dessas análises, temos uma boa noção sobre os padrões de compra do usuário, as principais  estatísticas  que podemos observar são: “de receita média por usuário  pagante,  e de compradores novos em oposição aos que estão retornando ao app”.

  • Conheça o comportamento de compra do seu cliente com o Firebase Analytics.

Podemos fazer uma ampla análise de dados com até 500 eventos, com esta ferramenta, obtemos informações importantes para entender o comportamento de compra dos clientes.

  • Se for app de jogo, faça uma análise detalhada sobre os jogadores.

Para gerar uma receita mais consistente, analise o perfil dos jogadores para utilizar a estratégia de monetização mais correta para jogo.

A estratégia atua como uma direção a seguir, por isso ela deve ter uma boa estrutura.

 

Para monetizar uma app é necessário criar um

Se deseja ter um app, é preciso criar um. Com o DAT APP, podemos criar apps eficientes. Monetizar um app vai muito além de criar um anúncio, devemos fazer um estudo prévio sobre o comportamento dos usuários da app. Temos a possibilidade de integrar com as redes sociais, criar galerias interativas, tudo para atrair clientes e montar um planejamento consistente e que realmente funcione.

O marketing para apps necessita de conteúdo, do mesmo modo que o marketing voltado para blogs e redes sociais. Podemos utilizar a app para melhorar alguns indicadores dentro do marketing digital, integrando com o site e as principais redes sociais que temos.

Investir em conteúdo é tão importante quanto ter uma app com boa aparência. Crie conteúdos voltados ao seu público-alvo, seja coerente e tenha cuidado com  a escrita.

Ao criar uma propaganda, seja realista. Cative o cliente pelo que o produto ou serviço realmente pode oferecer, para poder melhorar seu dia a dia.

Enganar nunca foi uma boa opção no mundo dos negócios, e com a tecnologia não é diferente. Falar a verdade nos livra de muitos outros males.

Lembre-se, atualmente já não há mais a necessidade de estudar programação para criar um app e monetizar. Com softwares como o DAT APP podemos criar um app rapidamente.

Coloque apenas as funcionalidades que seu cliente realmente for precisar. Não adianta encher o app de telas, pois isso vai acabar angustiando o cliente, e ele não vai querer mais utilizar seu app.

No DAT APP, temos tudo o que é necessário para ter um app pronto, logo não devemos nos esquecer da regra dos três cliques, isso ajuda a montar uma app que não seja difícil de usar.

 

Quer saber mais sobre como monetizar um app e como fazer para criar um? Não deixe de entrar em contato!

Monetizar um app se tornou uma profissão que pode ser lucrativa, mas para que isso possa ser possível, precisamos criar um. E para isso, podemos fazer uso de uma plataforma como o DAT APP.

Com uma ferramenta como essa, criamos apps para os mais diversos nichos de atuação. Em nosso site<, você tem a chance de experimentar na prática como este programa funciona na prática.

Nunca se esqueça, faça um planejamento prévio antes de criar qualquer projeto de tecnologia, pesquise seu público-alvo, e em tempos de crise seja realista com as métricas para não acabar se perdendo no meio do percurso.

As ferramentas existem para nos ajudar, mas devemos ter cautela para não sofrer maiores decepções. Comparar a concorrência nos ajuda a entender como o mercado está funcionando momento, seja com relação ao preço que está sendo aplicado ou mesmo com o comportamento do consumidor.

Na vida, em qualquer que seja o projeto que vamos realizar, ter cautela pode nos manter em pé.

Como Monetizar Uma App Como Monetizar Uma App BANNER FUNDO

Leave a Reply

CREATE YOUR APP