Se você utiliza app, mas ainda não sabe o que é app, vamos lhe explicar tudo aqui no artigo.

Saiba o que é App.

Traduzido para o português, o app pode significar aplicativo, programa, software. O app é utilizado em desktops, tablets e celulares. Podemos ver apps em sistemas operacionais como Android, IOS e Symbian.

Para a versão Android, temos que buscar aplicativos no Android Market, nesta loja existem aplicativos que são pagos e outros gratuitos. Lembramos que, no caso do Android para acessar os aplicativos é necessário ter uma conta no Google.

Somente para o Android, podemos encontrar cerca de 400 mil aplicativos, no sistema Windows também há uma loja virtual para a compra desses aplicativos denominada de WindowsStore.

O app pode ser utilizado para praticamente tudo, desde jogos até para cálculo de planilhas para quem trabalha com estatística e matemática financeira. Os apps de uso mais comum ao redor do mundo, são:

  1. Comerciais, como o Facebook, por exemplo;
  2. Jogos;
  3. Acadêmicos.

Atualmente, em qualquer área da economia, sempre vemos alguém tendo acesso a  algum tipo de aplicativo. Os aplicativos são úteis para organizar nossa rotina, ou até mesmo nos entreter. Por isso, se você sabe o que é app, você poderá aprender a criar e ganhar dinheiro com ele.

Vamos mostrar como funciona um aplicativo, como é possível comercializar e onde você pode criar aplicativo. Nos dias de hoje, já não é mais necessário saber programação para criar um app.

 

Como funciona o app?

O funcionamento de um app muda conforme seu objetivo final, ou seja, para que ele foi criado. Geralmente, é necessário ter uma conta de e-mail e criar um perfil.

No caso do WhatsApp, por exemplo, o aplicativo mais popular do planeta e também do Brasil, precisamos ter uma conta ligada ao Google e criar um perfil com foto.

Outras funcionalidades, como conversa por vídeo ou telefone, estão diretamente relacionadas com o objetivo pelo qual este aplicativo foi desenvolvido.

Como citamos acima, para aplicativos de matemática financeira teremos funcionalidades relacionadas aquela área, como acessar planilhas e utilizar a calculadora científica.

Antes de criar um app, é importante que o desenvolvedor já tenha em mente para que ele vai criar este app. E com isso ele consegue desenvolver um aplicativo que será de uso comum.

Compare as funcionalidades dos aplicativos, e assim ao criar um, você já irá saber o que colocar nele para que este seja um bom aplicativo.

 

Quais as vantagens de ter um app?

Devido ao fato de oferecer muitas oportunidades de negócios, os apps possuem muitas vantagens para as empresas, confira algumas dessas vantagens a seguir:

1- Ajuda a fidelizar clientes.

Quando alguém faz uso de seu app, certamente este usuário irá sempre fazer relação com os serviços que você irá oferecer.

2- Facilidade de relacionamento.

Com o app, é possível fortalecer a imagem de qualquer marca, o que ajuda a manter o relacionamento com os clientes, transmitindo assim maior confiança no que a empresa propaga.

3- Permite criação de promoções.

Por meio do app, a empresa pode deixar disponível cupons de descontos. Sendo que esta é uma estratégia que já é muito aproveitada em datas comemorativas.

4- Criação e divulgação de eventos.

Se sua empresa trabalha com criação e propaganda de eventos, todo o processo pode ser realizado via app. Dentro deste, podemos enviar notificações aos usuários para que estes possam saber mais sobre os eventos desejados.

5- Lançamento de produtos e serviços.

Ao inaugurar o aplicativo, você poderá pedir para que o cliente conheça seus produtos ou serviços, por meio do uso do aplicativo.

6- Ajude o cliente a ter maiores informações.

Dentro do app, temos a capacidade de oferecer as seguintes informações aos clientes: “mapa off-line para chegar até você, horários de funcionamento, particularidades dos serviços, cardápios/menu, e-mail, telefone de contato”.

Isso faz com que a busca por informações tornam-se práticas, e isso faz com que os clientes vejam a empresa com bons olhos.

7- Amplie sua fonte de canais para o consumidor.

Com o auxílio do app, você multiplica sua fonte de contatos com o cliente, assim  é possível melhorar o compromisso de sua marca, deixando-a mais forte no mercado.

Ao investir em apps, as empresas só têm a ganhar, e os clientes podem contar com diversas formas de contatar a empresa em algum momento que eles precisarem.

 

Quais os apps mais populares?

Agora que você sabe o que é app, vamos mostrar quais os apps mais conhecidos para que possa tomar como inspiração. Esses apps podem ajudar a otimizar seu celular, e ainda organizar sua rotina. Confira algumas sugestões.

  1. Facebook;
  2. YouTube;
  3. Google Maps;
  4. Yahoo Finance;
  5. eBay;
  6. Skype;

Alguns desses aplicativos nos permitem ter contato com amigos e clientes, encontrar uma determinada localização, e ainda ter controle de nossas finanças.

No mundo todo, o app é utilizado para praticamente tudo, e a cada ano este mercado vem crescendo de maneira absurda.

 

Dados estatísticos sobre o mercado de app.

Somente no Brasil, já temos uma visão ampla de como este mercado vem crescendo a cada ano que passa. O número de usuários de internet no país chegou a 85 milhões de habitantes em 2015.

O Android é o sistema operacional mais comum por aqui, é utilizado por aproximadamente 72% dos usuários. Os aplicativos de rede social representam cerca de 20% de todos os usuários, sendo os mais populares entre celulares e smartphones.

Em toda a América Latina, já temos cerca de 332 milhões de usuários de internet, sendo que 114 milhões estão no Brasil. Para o ano de 2020, estão previstos um total de 414 milhões de usuários de internet na América Latina.

A frequência de uso do Facebook e do WhatsApp chega a 95%, o que faz com que estes aplicativos liderem o ranking. Estes números já nos dão uma boa noção de como o mercado de apps pode ser importante para alavancar a economia e gerar empregos diretos e indiretos.

Dentro do mercado de app, há possibilidades tanto para quem sabe programar como para quem não entende nada de programação. O fundamental para o sucesso do aplicativo, é saber para que ele será destinado após sua criação.

Curiosidades sobre o mundo dos apps.

Quando  sabemos o que é app, logo ficamos curiosos com alguns fatores, como exemplo, quem criou, qual foi o primeiro app, etc, por isso, vamos falar aqui neste tópico, algumas curiosidades importantes sobre o app, que devemos saber.

1 – Quem criou o WhatsApp?

Desenvolvido pelo ucraniano Jan Koum, o WhatsApp passou a ser do Facebook, mediante um pagamento de US$ 19 bilhões. Isso fez com que o proprietário do aplicativo se tornasse um dos homens mais ricos do Vale do Silício.

Após o WhatsApp, muitos outros aplicativos de voz e chamada foram criados, porém não tão populares quando o WhatsApp.

2 – Quando surgiram os aplicativos?

A primeira criação que se tem notícia, foi no ano de 2007, quando foram lançados os smartphones. Os aplicativos vieram com a missão de facilitar as tarefas que antes pareciam complicadas para determinadas pessoas que não entendiam muito de tecnologia.

Estes, por sua vez, estão cada vez mais em evolução, otimizando a vida das pessoas ao redor do mundo.

3 – Como surgiram as redes sociais?

Os primórdios das redes sociais começou em 1985, desenvolvido pela AOL. Esta empresa criou uma página onde as pessoas pudessem criar um perfil e discutir assuntos de seu interesse.

Mas, isso somente começou a ganhar força a partir do ano 2000 com a popularização do uso da internet. Mais precisamente no ano de 2004, quando Mark Zuckerberg criou o Facebook.

Como percebemos, os aplicativos já haviam sendo utilizados pela humanidade nos primórdios da internet, com a criação dos celulares, apenas foi mudado o foco da criação desses softwares.

Setores da economia que mais usam app.

Aqui no Brasil o setor que mais utiliza o app é o de compra e venda. Segundo a (Mobile Time) cerca de 41% dos brasileiros fazem uso de aplicativos para realizar algum tipo de compra, ou mesmo vender algum produto. Veja quais são os aplicativos mais comuns para compra e venda:

  1. MercadoLivre;
  2. AliExpress;
  3. OLX;

Há ainda aplicativos sendo utilizados para táxi, delivery, e compras de viagens via internet. Para quem está iniciando na área de TI, o setor de aplicativos pode ser rentável e atrativo.

Como utilizar o app como isca digital?

A medida que entendemos o que é app, vemos que seu uso é verdadeiramente amplo para a sociedade. E com a ajuda do marketing digital, isso começa a ficar claro.

Uma das formas de fazer uso do app, é atrair clientes para baixá-lo e experimentar, caso ele seja de uma versão paga. Com isso, através da “permissão do cliente”, você poderá criar sua lista de contatos, de maneira espontânea e verdadeira.

Por exemplo, se você é dono de restaurante  é possível que você crie um app de delivery e solicitar o acesso do cliente por meio de um cadastro, que é autorizado pelo próprio cliente.

Isso faz com que seu site ou blog comece a gerar um tráfego consistente e que te traga bom retorno.

Dicas principais para a criação de um app.

De acordo com o especialista do Sebrae, Renato Fonseca de Andrade para que o empreendedor que pretende desenvolver aplicativos não tenha prejuízos, é necessário seguir determinadas dicas. Saiba quais são essas dicas, e procure colocá-las em prática caso queira trabalhar com aplicativos:

1 – Quem vai fazer uso do aplicativo é o cliente.

O aplicativo deve resolver uma possível dor que o cliente possa ter em algum momento de sua vida, para que este possa lembrar do aplicativo como algo útil em sua vida.

2 – Aplique o Design Thinking.

O Design Thinking é um método que nos permite colocar  o cliente no início da inovação. Este método nos ajuda a criar soluções tendo como base a empatia pelo cliente.

3 – Faça muitos testes.

Mesmo no processo de criação, é fundamental mostrar aos clientes como este irá funcionar, logo no começo da criação do design é essencial que os clientes tenham noção de como ficará quando estiver pronto.

4 – Nunca pare de atualizar o app.

Após a criação do aplicativo, caso perceba alguma possível falha, procure sempre atualizar. Lembramos que, aplicativos como Facebook e o WhatsApp passam por constantes atualizações.

5 – Divulgue.

Uma boa maneira de divulgar um aplicativo é por meio das redes sociais, com elas podemos pedir que o usuário faça um download mediante um cadastro, o que faz com que tenhamos uma lista de leads de modo mais simples.

O app é hoje um dos meios mais fáceis de resolver problemas dos clientes, seja através de um sistema de FAQ ou de chat. Porém, vemos que um app vai muito além de resolver problemas, um app deve ajudar a empresa a tornar a marca forte no mercado com ampla concorrência.

Por isso, para aqueles que buscam ser desenvolvedor de app e comercializá-lo procure saber bem do que seu cliente precisa, faça um levantamento de requisitos para não haver futuros erros e deixe tudo documentado.

Podemos criar um app com DAT APP?

Com este sistema, somos capazes de desenvolver apps em minutos sem a necessidade de entender de programação. Com ele, há a possibilidade de customizar o design, e ainda realizar monitoramentos para saber como estão seus índices nos buscadores e nas redes sociais.

Existe ainda, a função de publicar, compartilhar, e criar os conteúdos a serem publicados no aplicativo.

 

Quer saber mais sobre o que é app? Entre em contato!

Agora que mostramos o que é app, certamente você deve ter ficado curioso para saber na prática como fazer para criar um. Por isso, para maiores informações como criar um app vejo nosso tour.

A medida que você se interessa sobre o que é app, seus conhecimentos a respeito desse tema tende a crescer e assim você se torna um profissional que desenvolve e comercializa esses aplicativos.

Não perca tempo, comece hoje mesmo a descobrir como desenvolver um app útil para a sociedade e que irá agregar valor a sua marca, o app certamente irá aproximar empresas e clientes, estas ainda poderão aumentar sua rede de contatos realizando a propaganda do app.

o que é app O Que É App? BANNER FUNDO

Leave a Reply

CREATE YOUR APP